Há muitas ferramentas de rede de linha de comando que você pode usar para fazer várias coisas de verificar a conectividade de hosts em uma rede para descobrir informações de IP sobre seu computador.

DNS (Domain Naming Service) é o serviço que é usado para resolver ou traduzir nomes de computador em redes locais ea Internet para seus respectivos endereços IP. Os endereços IP são usados para identificar hosts ou interfaces de rede em redes para que computadores e outros dispositivos possam se comunicar entre si.

O comando nslookup é uma ferramenta administrativa para testar e solucionar problemas de servidores DNS. Ele é instalado com o conjunto de protocolos TCP \ IP e está disponível no Windows e em outros sistemas operacionais. O Nslookup é usado para consultar servidores DNS para obter mapeamentos de nome de domínio ou endereço IP para registros DNS. Por exemplo, se você gostaria de saber o endereço IP de um computador em sua rede que você sabe o nome de, você pode usar nslookup para consultá-lo por nome e tê-lo resolver a um endereço IP. Ou se você quiser encontrar o nome de um computador com base em seu endereço IP, então você pode usar nslookup para isso também. Isto está supondo que você use DNS em sua rede e seus computadores \ hosts estão registrados no DNS.

Para usar o nslookup, basta abrir um prompt de comando e digitar nslookup e pressionar enter. Então você estará no prompt nslookup e será mostrado o nome dos servidores DNS eo endereço IP. Se você usar seus servidores DNS de ISPs, então isso é o que será mostrado. Se você usar um servidor DNS em sua rede, então é isso que aparecerá como seu servidor padrão. Tenha em mente que se você usar um servidor DNS externo, como o que pertence ao seu ISP, então você não será capaz de resolver nomes na sua rede local, uma vez que eles não serão registrados com os servidores DNS do seu ISP.

Comando Nslookup

Depois de ter o prompt nslookup até você pode digitar o nome ou endereço IP do computador que você deseja resolver. Você pode até mesmo resolver endereços IP do site simplesmente digitando o endereço do site. A primeira parte dos resultados mostra o nome do servidor DNS e o endereço IP foram usados para atender sua solicitação ea segunda parte mostra o nome e o endereço IP do host ou do site em que você executou a consulta.

Comando Nslookup

Um truque que você pode usar para obter todos os servidores de nomes de um local é definir o tipo de nslookup para servidores de nomes. Isso é feito digitando set type = ns no prompt e pressionando enter e, em seguida, digitando o endereço do site novamente.

Comando Nslookup

Existem outros tipos de registros que você pode procurar, como registros de servidor de email, usando a configuração set type = mx .

Comando Nslookup

Há muitas outras coisas que você pode fazer com o comando nslookup e se você digitar ajuda no prompt você será mostrado todas as suas opções. Não tenha medo de experimentar alguns deles e ver que tipo de informação útil você pode obter sobre outros servidores em sua rede e na Internet.

Comandos: (os identificadores são mostrados em maiúsculas, [] significa opcional)
NAME – imprimir informações sobre o NOME do host / domínio usando o servidor padrão
NAME1 NAME2 – como acima, mas use NAME2 como servidor
Ajuda ou? – imprimir informações sobre comandos comuns
Definir OPÇÃO – definir uma opção
Todas as opções de impressão, servidor atual e host
[No] debug – imprimir informações de depuração
[No] d2 – imprime informações de depuração exaustivas
[No] defname – anexar o nome de domínio a cada consulta
[No] recurse – pedir resposta recursiva para consulta
[No] search – use domain search list
[No] vc – use sempre um circuito virtual
Domain = NAME – definir nome de domínio padrão para NAME
Srchlist = N1 [/ N2 /…/ N6] – definir domínio para N1 e lista de pesquisa para N1, N2, etc.
Root = NAME – define o servidor raiz como NAME
Retry = X – define o número de tentativas para X
Timeout = X – define o intervalo inicial de tempo limite para X segundos
Tipo = X – set query type (ex A, AAAA, A + AAAA, ANY, CNAME, MX, NS, PTR, SOA, SRV)
Querytype = X – igual ao tipo
Classe = classe de consulta X-set (ex .: IN (Internet), ANY)
[No] msxfr – use a transferência de zona rápida do MS
Ixfrver = X – versão atual a ser usada no pedido de transferência IXFR
Server NAME – define o servidor padrão como NAME, usando o servidor padrão atual
Lserver NAME – define o servidor padrão como NAME, usando o servidor inicial
Root – define o servidor padrão atual para a raiz
Ls [opt] DOMAIN [> FILE] – lista endereços em DOMAIN (opcional: output to FILE)
-a – lista nomes canônicos e aliases
-d – lista todos os registros
-t TYPE – registos de lista do tipo de registo RFC dado (por exemplo, A, CNAME, MX, NS, PTR, etc.)
View FILE – classifique um arquivo de saída ‘ls’ e visualize-o com pg
Sair – sair do programa

Para sair do comando nslookup e voltar para um prompt de comando normal, basta digitar exit e pressionar enter. Se você não e quiser fazer outros comandos que não são nslookup relacionados, em seguida, eles não vão funcionar e você obterá mensagens de erro nslookup.

Anúncios