Aprenda a instalar a plataforma de monitoramento Cacti

A acompanhar o bom know how de um administrador de este, este deve possuir as melhores ferramentas de monitoramento para que tenha uma visão facilitada de toda a rede. Esse monitoramento é normalmente realizada nos equipamento ativos da rede (ex. routers, switchs) através do protocolo SNMP.

Depois de termos apresentado o Cacti  – uma ferramenta de monitoramentoque permite gerar páginas HTML com gráficos relativos ao tráfego da rede, hoje vamos aprender como podemos instalar esta plataforma numa máquina com Linux.

cacti_04

Cacti é uma das mais usadas e completas plataformas open source para monitoramento de redes informáticas e dispositivos. Com a implementação desta ferramenta, qualquer administrador por ter uma “visão”, quase em tempo real, do estado da sua rede. O cacti é baseado no RRDtool, um standard que permite produzir gráficos de grande qualidade e que pode ser facilmente integrado em linguagens como por exemplo Bash,Per, Ruby, lua ou TCL.

cacti_03

Como instalar o Cacti?

A realização deste tutorial teve como base uma máquina com o CentOS 6.5, com o kernel 2.6.32-431.3.1. Para que tudo funcione, o utilizador deve ter o seguinte software:

  • MySQL – Para guardar a informação do cacti
  • NET-SNMP server
  • PHP com o módulo net-snmp activo
  • Servidor Web – Para este exemplo usamos o Apache

Para instalarem o Cacti devem seguir os seguintes passos:

1) Instalação do Apache

A instalação do Apache no CentOS é algo relativamente simples. Para isso basta abrirem o terminal e inserir o seguinte comando:

yum install httpd httpd-devel -y

Depois de instalado, o serviço pode ser iniciado através do comando:

/etc/init.d/httpd start

Para verificar se o serviço está a correr correctamente, abram o browser na própria máquina e insiram o endereço http://localhost

centos_00

Por omissão, no CentOS a directoria por omissão para colocar sites é em /var/www/html. Relativamente à configuração do Apache, o ficheiro principal de configuração encontra-se em /etc/httpd/conf/httpd.conf Caso pretendam que o serviço inicie automaticamente após reiniciarem a máquina no runlevel 3 ou 5 (Saber mais sobre RunLevels aqui) devem executar o comando:

chkconfig --levels 235 httpd on
2) Instalação do MySQL

Para instalar o MySQL, basta correr o seguinte comando.

yum install mysql mysql-server –y

Em seguida, mande iniciar o serviço e configure de imediato o serviço para que este arranque automaticamente aquando do arranque do sistema.

/etc/init.d/mysqld start
chkconfig --levels 235 mysqld on

Configurar o MySQL Para configurar uma password de acesso ao MySQL com o utilizador root, deverá executar o seguinte comando:

/usr/bin/mysql_secure_installation

centos_01Durante a configuração, devem seguir os seguintes passos:

  • Enter current password for root (enter for none): # DAR ENTER #
  • Set root password? [Y/n]     # DAR ENTER #
  • New password:                # Redefinir Password #
  • Re-enter new password:      # Redefinir Password #
  • Remove anonymous users? [Y/n]   Y
  • Disallow root login remotely? [Y/n] Y
  • Remove test database and access to it? [Y/n] Y
  • Reload privilege tables now? [Y/n]  Y

 

 

3) Instalar PHP

Para instalar o PHP basta executar o seguinte comando

yum install php –y

Para que o Cacti funcione, é também necessário instalar outras bibliotecas adicionais:

yum install php-pear php-common php-gd php-devel php-mbstring php-cli php-snmp php-pear-Net-SMTP

Em seguida devemos reiniciar o Apache

/etc/init.d/httpd restart

Se quisermos testar o suporte para PHP e ver todos os parâmetros associados ao Apache+PHP+MySQL, podemos criar um pequeno script com as seguintes linhas:

<?php
phpinfo();
?>

e gravar, por exemplo, num ficheiro com o nome phpinfo.php e colocar no directório /var/www/html Depois basta ir ao browser e escrever http://localhost/phpinfo.php

centos_02

Para que o MySQL tenha suporte para PHP, basta que executar o seguinte comando para instalar o pacote php-mysql -y:

yum install php-mysql –y

Em seguida mandamos novamente reiniciar o Apache e voltamos a abrir o endereço http://localhost/phpinfo.phppara verificarmos que o MySQL já tem suporte para PHP.centos_03

4) Criar a Base de dados e Utilizador

Para criar a base de dados (ex. zabbix) e utilizador (ex. pplware, com  a password ‘password’) para manter toda a informação do zabbix, devem seguir os seguintes passos:

mysql -u root -p
CREATE DATABASE cacti;
CREATE USER pplware@localhost;
SET PASSWORD FOR pplware@localhost= PASSWORD("123qwe");
GRANT ALL PRIVILEGES ON cacti.* TO pplware@localhost IDENTIFIED BY "123qwe";
FLUSH PRIVILEGES;
exit
5) Instalar o Cacti

Para instalar o cacti basta que execute apenas o seguinte comando (verifiquem se têm o Repositório activo – Saber mais aqui):

yum install cacti

5.1) Instalação das tabelas

Na documentação, o cacti disponibiliza um ficheiro de exemplo para a estrutura da base de dados. Para descobrirmos esse ficheiro basta executar

rpm -ql cacti | grep cacti.sql

Exemplo de output

/usr/share/doc/cacti-0.8.8b/cacti.sql

Para importar essa informação para a nossa base de dados basta fazer

mysql -u pplware -p cacti < /usr/share/doc/cacti-0.8.8b/cacti.sql

E está feito. Para testarem se tudo funciona, basta que usem o endereço http://ip_servidor/cacti/

Por omissão, as credenciais de acesso são:

User Name: admin

Password: admin

cacti_01

A interface será semelhante à apresentada na imagem seguinte. No entanto é necessário configurar o cacti para que este monitorize os equipamentos…algo que vamos apresentar num próximo tutorial.

cacti_03

Esperamos que tenham gostado deste tutorial e convidamos desde ja todos os nossos leitores que trabalham com o cacti a partilharem boas práticas, sugestões, etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: