m o fim do suporte ao Windows XP marcado para o próximo dia 8 de abril, é cada vez mais urgente a migração para um software mais atual. Caso contrário, o que está em causa é a segurança dos dados e os custos de manutenção deste tipo de software. Conheça as razões para abandonar de vez o Windows XP e esclareça todas as dúvidas que ainda existem.

windowsxp

 

O suporte da Microsoft ao Windows XP e ao Office 2003 termina mesmo a 8 de abril de 2014?

Verdade. A partir desta data, a Microsoft não vai lançar updates para correção de vulnerabilidades, de bugs nem novas funcionalidades. Vai também deixar de suportar estes softwares. Os clientes que não procederam à migração do Windows XP para um software mais atual, ficarão expostos a riscos de segurança, conformidade e a limitações tecnológicas que podem comprometer a produtividade e crescimento do seu negócio.

Como a Microsoft vai continuar a lançar assinaturas para os seus produtos de antívírus, não é necessário fazer já a migração.

Falso. Para ajudar as pessoas e organizações a terminarem os processos de migração de forma mais segura, a Microsoft anunciou que vai continuar a lançar até julho de 2015 assinaturas para os seus produtos de antivírus (Clientes empresariais – System Center Endpoint Protection, Forefront Client Security, Forefront Endpoint Protection e Windows Intune a correr em Windows XP; Clientes individuais – Microsoft Security Essentials). No entanto, embora um antivírus atualizado possa minimizar os riscos de utilização de produtos sem suporte, estes mantêm-se. Por isso, aconselhamos a migração o quanto antes.

Há riscos na migração?

Falso. Embora haja casos bastante simples, em que é possível uma pessoa sem grandes conhecimentos de TI fazer a migração, também há casos mais complexos. Nestes, e sobretudo para empresas, aconselhamos sempre que falem com um parceiro certificado Microsoft. Mas não há qualquer risco nessa migração.

O Windows XP já não é recomendado para as empresas?

Verdade. Um software com 12 anos, por excelente que tenha sido no seu tempo como é o caso do Windows XP, já não faz sentido na atual forma de trabalhar e com as exigências de segurança necessárias hoje às empresas. Quase nada do que usávamos há 12 anos a nível tecnológico usamos hoje, e o mesmo, obviamente, se aplica ao software. É esta evolução tecnológica que está na base da nossa política de ciclo de vida de produto e que dita o fim do suporte ao Windows XP. Para saber mais sobre a política de suporte da Microsoft aceda ahttp://support.microsoft.com/lifecycle/

Fazer a migração do Windows XP obriga a mudar de computador.

Falso. Desde que o PC cumpra os requisitos mínimos para executar o Windows 8.1 – 1GHz de processador e 1 Gb de memória – não é necessário fazer a troca e o utilizador sente uma melhoria de performance. Regra geral, computadores que tenham no máximo sete anos não têm de ser trocados.

Via Microsoft

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: