Liderança: 15 dicas para conquistar a confiança da sua equipe

Se antes o papel das chefias era restrito apenas a delegar ordens, a situação mudou completamente. Hoje as empresas esperam muito mais dos seus líderes, pois eles podem ser agentes multiplicadores da cultura organizacional. Além disso, são capazes de serem os principais agentes responsáveis pela motivação dos profissionais. Contudo, antes de estimular as equipes é necessário conquistar a confiança das pessoas. Confira abaixo 15 dicas, para que seus liderados confiem em você.

1 – Um líder deve manter-se próximo à sua equipe. Nesse caso, o distanciamento refere-se ao fato de que a liderança precisa participar do dia-a-dia das pessoas que convive. Não custa, por exemplo, ter uma listagem das datas de aniversários e parabenizar verbalmente, com um aperto de mão.

2 – Mostre transparência nas suas ações. Quando for necessário adotar uma mudança que envolva todos os membros da equipe, faça uma reunião e comunique a informação pessoalmente. Não deixe que os seus subordinados saibam das “novidades” através de terceiros.

3 – Nas reuniões, além de comunicar informações, abra espaço para que as pessoas tirem dúvidas, apresentem sugestões quando for o caso.

4 – Quando apresentar uma proposta à sua equipe, seja assertivo. Simplesmente não jogue uma decisão que foi tomada como sendo a “verdade única”. Apresente argumentos que convençam sua equipe que a atitude adotada trará resultados positivos a todos. Lembre-se que uma equipe só atinge metas, quando acredita que é possível alcançá-las, mesmo que sejam difíceis.

5 – Além de saber expressar suas ideias e apresentá-las, o líder precisa exercitar a prática não apenas de ouvir, mas de escutar. Ou seja, prestar atenção ao que as pessoas falam.

6 – Muitas pessoas possuem um grande potencial, mas quando precisam falar em público se prendem e não realizam uma boa comunicação. Para o líder conquistar a confiança da equipe é fundamental que ele consiga se expressar de maneira correta, sem mostrar tensão. Muitas vezes, durante uma reunião é comum que o gestor mostre tensão ao falar para uma equipe de 20 pessoas, por exemplo. E quando isso ocorre, o gestor talvez transmita insegurança naquilo que ele próprio deseja repassar aos liderados.

7 – Caso um colaborador solicite uma conversa individual, não se negue a ceder alguns minutos do seu expediente. O membro da sua equipe pode levar um assunto que interfira tanto no desempenho dele ou dos demais colegas de trabalho.

8 – Feedback é uma ferramenta essencial a quem deseja ser líder. Nunca deixe a sua equipe sem retorno em relação a alguma solicitação apresentada individualmente ou coletivamente.

9 – O feedback também é uma ferramenta importante para que você identifique quais seus pontos fortes e aqueles que precisam ser trabalhados. Esteja preparado a ouvir opiniões sobre seu próprio desempenho.

10 – Se sua equipe ou um funcionário está dando sinais de uma performance abaixo do esperado pela organização, não deixe que o problema ganhe grandes proporções. Converse individualmente com cada colaborador. Em seguida, trace um plano de ação e compartilhe com sua equipe.

11 – Para que uma equipe tenha um bom desempenho, atinja e supere metas é necessário que o líder tenha consciência de que cada funcionário possui suas limitações individuais. Dessa forma, a proximidade com da liderança com o colaborador pode gerar uma situação propícia ao cumprimento dos objetivos organizacionais.

12 – Muitas vezes, um líder “peca” quando acredita que não comete erros. Por isso, preste atenção às reações dos seus subordinados em relação ao seu comportamento, à sua forma de gerir a equipe.

13 – Desenvolvimento. Não é porque você possui um cargo de liderança que precisa ficar na zona de conforto, pelo contrário. Vá à busca do conhecimento, do autodesenvolvimento. Você só tem a ganhar e sua equipe também.

14 – As mudanças são uma constante no meio corporativo e essas, por sua vez, geralmente exigem que o profissional desenvolva tanto competências técnicas quanto comportamentais. Se for o caso de rever certos conceitos pessoais que interfiram na sua relação com os membros da equipe, trabalhe os seus pontos fracos.

15 – Por fim, nunca esqueça de que sua equipe é formada por pessoas que possuem sentimentos e que você está no comando do leme. Isso significa que à sua espera existem seres humanos iguais a você, com sentimentos, dúvidas, sonhos e necessidades individuais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: