Se você já iniciou um sistema em modo dual boot ou tentou ler um disco rígido formatado por um sistema operacional sendo diferente do outro, você pode ter notado certas discrepâncias na compatibilidade, certo? Por que o Linux pode ler discos e partições do Windows, mas o inverso não acontece?

windows-8-metro-tux-linux-640x360

 

Os usuários do Linux saem na frente quanto a isto devido ao fato do Linux ser compatível com partições Windows. Pois muitos usuários que se aventuram no mundo GNU mudam para o Linux, mas primeiramente têm todos os seus dados em partições da Microsoft como NTFS / FAT e seus derivados.

Já a Microsoft não tem nenhuma razão (não estou falando de razões comerciais ou financeiras) para adicionar suporte à outros tipos de tecnologias de disco muito mais superiores a sua, como os sistemas de arquivos do Linux Reiser, ext2, ext3, ext4 etc.

O Windows suporta nativamente apenas formatos arcaicos como NTFS e FAT como sistemas de arquivos para discos rígidos / sistemas magnéticos e tipos como CDFS e UDF para mídias ópticas como leitores de CD, DVD, BD etc.

Caso você seja um usuário Windows e deseja acessar dados em partições Linux através do próprio Windows, conheça o Ext2 IFS – Ext2 Installable File System vindo de um projeto opensource para sistemas Windows (que também lê volumes Linux no formato Ext3) .

Ele fornece para as versões do Windows NT4.0/2000/XP/2003/Vista/2008/7 e Windows 8, total acesso aos volumes Linux com acesso de leitura e escrita.

ScreenExplorer
Um software muito útil se você estiver no Windows necessitando acesso ao Linux como um ambiente dual boot no seu computador.
Lembrando que nada impede a utilização de outros métodos de transferência com pen drives, DVD’s ou tecnologias em nuvem como Dropbox e similares. Mas fica aí a nível de conhecimento! ;)

Anúncios