VMware – Escolhendo o tipo de vNIC apropriado

Na hora de criar uma nova Máquina Virtual (VM), nós definimos alguns componentes básicos como a quantidade de vCPU, quantos GB de RAM será alocado para essa VM, se precisará de algum acesso à Floppy e USB devices, qual o tipo de disco, sua controladora e espaço alocado, e também quantas Placas de Rede essa VM vai ter.

Pois bem, durante esse processo de criação/configuração da Máquina Virtual, é de extrema importancia definir não somente a quantidade de vNICs que uma VM deve ter, mas também que tipo de Placa de Rede deve ser atribuída a ela.

Através deste artigo, descrevemos os diversos tipos de Placa de Rede que um VM, rodando em servidores ESX/ESXi pode ter, uma vez que isso determinará suas funcionalidades e desempenho, bem como limitações no tráfego de rede.

Bascicamente, existem 4 tipos de configurações de adaptador de rede, conforme descrito abaixo:


Figura1: Propriedades da VM, Configuração de Rede

 

FLEXIBLE

Esse é o tipo padrão (default) sempre que um VM é criada, mesmo que essa VM seja resultado de uma migração P2V (Física para Virtual). Esse tipo de Adaptador de Rede Virtual irá funcionar como “vlance” se o vmtools não estiver instalado no Sistema Operacional guest da VM. Vlance é uma emulação da placa de rede AMD 79C970 PCNet32 LANCE NIC, que é uma NIC antiga com capacidade de apenas 10Mbps e que funciona na maioria dos Sistemas Operacionais de 32-Bits. Mas não se aplica ao Windows Vista, Windows 2008 e Windows 7. É uma boa forma temporária de conseguir colocar um driver de rede em ação, em termos de compatibilidade para sistemas mais antigos.

Se a opcção Flexible for escolhida na configuraçã da VM, e o vmtools estiver instalado, então o Adaptador será o “vmxnet“ , que não tem nenhuma correlacão com qualquer tipo de Adaptador fisico – Ou seja, sem emulação. Essa placa de rede foi criada para produzir um melhor desempenho em Máquinas Virtuais. O driver para essa Placa é fornecido pelo vmtools e não pelo SO guest, como no tipo vlance.

Vale dizer então que, enquanto o vmtools não for instalado numa VM que acabou de ser criada, o adaptador vlance será usado até que essa instalação ocorra.

Nota: Please, como procedimento padrão, INSTALE O VMTOOLS logo em seguida à instalação do SO guest. O vmtools é de extrema importância para o desempenho de uma VM, por meio de drivers que são instalados para melhor gerenciar a Rede, CPU e Memória. Abordaremos isso em um outro artigo, exclusivo sobre o vmtools.

A opção “Flexible” não estará disponível se você escolhar criar uma VM para um Sistema Operacional de 64-Bits.

 

E1000 (e E1000e)

O Adaptador E1000 é uma emulação da Placa Intel 82545EM de 1Gbps, cujo driver está disponível na maioria dos SOs posteriores ao Windows XP e Linux Kernel 2.4.19 (inclusive), sendo esse o Adaptador padrão para as VMs de 64-Bits. E se você for usar VLANs, esse então será o adaptador a ser utilizado. E a diferença entre os drivers E1000 e E1000e se dará ao tipo de Adaptador físico que o host ESX/ESXi estiver usando.

 

VMXNET2 (Enhanced)

Esse Adaptador é baseado no vmxnet padrão, com aprimoramento de desempenho e com a capacidade de suportar novas tecnologias de rede como “Jumbo Frames” e “hardware off-loads”.

Apesar de prover alto desempenho, a lista de SO guest é limitada:

  • Windows Server 2003 (Enterprise, Datacenter, and Standard Editions) – 32-bits e 64-bits
  • Windows XP Professional – Somente 32-bits
  • Red Hat Enterprise Linux 5.0 – 32-bits e 64-bits
  • Red Hat Enterprise Linux 4.0 – Somente 64-bits
  • SUSE Linux Enterprise Server 10 – 32-bits e 64-bits
  • Ubuntu Linux – Somente 64-bits

Se o servidor ESX/ESXi for “3.5 U4” ou superior, os seguintes SOs também serão suportados:

  • Windows Server 2003 (Standard Edition) – 32-bit e 64-bits
  • Windows Server 2003 (Web Edition)
  • Windows Small Business Server 2003

 

VMXNET 3

O Adaptador de rede VMXNET 3 é a nova geração de paravirtualização de Adaptadores de Rede, com alto nível de desempenho.

Dentre as novas funcionalidades estão: “IPv6 offloads” e “multiqueue support”. Porém é limitado a apenas VMs com versão 7 ou superior, o que significa que é compativel apenas com ESX/ESXi 4.x e 5, e os Sistemas Operacionais convidados suportados são:

  • Microsoft Windows XP,7, 2003, 2003 R2, 2008, and 2008 R2 – 32-bits e 64-bits
  • Red Hat Enterprise Linux 5.0 e posterior – 32-bits e 64-bits
  • SUSE Linux Enterprise Server 10 e posterior – 32-bits e 64-bits
  • Asianux 3 e posterior – 32-bits e 64-bits
  • Debian 4 – 32-bits e 64-bits
  • Ubuntu 7.04 e posterior – 32-bits e 64-bits
  • Oracle Solaris 10 U4 e posterior – 32-bits e 64-bits

 

Notas da VMware:

  • “Jumbo frames” não é suportado no Solaris com o VMXNET 2 ou VMXNET 3.
  • “Fault Tolerance” não é suportado em VMs configuradas com o VMXNET 3 no vSphere 4.0, mas é suportado no vSphere 4.1.

 

Assim, antes de escolher o tipo de vNIC para uma determinada VM, escolha o melhor Tipo descrito acima, sem contudo se esquecer das limitações tanto quanto à versão da VM e dos sistemas guest suportado para cada tipo de adaptador de rede virtual.

 

A maioria desses detalhes podem ser lidos a partir de: http://kb.vmware.com/kb/1001805 (Inglês) 

Fonte: vmaster

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: