O encaminhamento é uma função de extrema importância no processo de comunicação entre máquinas de redes distintas. Os routers (ou encaminhadores) são equipamentos activos de uma rede de dados que permitem a comunicação entre dispositivos de redes diferentes (e também de redes com diferentes tecnologias) e totalmente autónomas. Os routeres funcionam na camada 3 do modelo OSI (ver aqui) e têm a capacidade, com base nos protocolos de encaminhamento, (encaminhamento dinâmico ou rotas estáticas -encaminhamento estático) ou por conhecerem as redes directamente ligadas) de fazer chegar os pacotes de dados de uma rede de origem a uma determinada rede de destino.

O EIGRP (Enhanced Interior Gateway Routing Protocol) é provavelmente o melhor protocolo de encaminhamento mas, era até há relativamente pouco tempo um protocolo proprietário da Cisco, ou seja, apenas estava disponível nos equipamentos da Cisco. Durante o evento “Cisco Live!” a Cisco anunciou oficialmente que irá disponibilizar o protocolo EIGRP para que outros fabricantes o possam adoptar.

eigrp_00

O mundo das comunicações de dados está rodeado de muitas tecnologias e protocolos que dão suporte a toda a infraestrutura e que simplificam todo o processo de comunicação. Para um utilizador, por exemplo, a tarefa de enviar um e-mail é algo muito simples no entanto, a nível de infraestrutura, mais concretamente a nível dos routers/encaminhadores, é fundamental que que estes consigam encaminhar a informação de uma origem para o destino definido.

O encaminhamento (muita das vezes referido com routing) é assim uma das funções essenciais na comunicação entre sistemas,  determinando o caminho que um pacote de dados deve seguir para chegar de uma rede a outra.

Durante o evento “Cisco Live!” que se realizou em Londres, Donnie Savage um dos responsáveis pelo desenvolvimento do protocolo EIGRP referiu que este protocolo será padronizado pelo IETF (Internet Engineering Task Force) podendo assim ser adoptado por qualquer fabricante.

O EIGRP é um protocolo híbrido (porque combina características dos protocolos de encaminhamento que encaixam na categorias Distance Vector e Link State) e é  provavelmente o melhor protocolo de encaminhamento  já alguma vez criado, uma vez oferece características únicas como é o caso:

 

  • Rápida convergência (uma vez que usa o algoritmo DUAL)
  • Suporte para VLSM
  • Updates incrementais
  • Escabilidade
  • Simples de configurar
  • Sumarização de rotas automática
  • Autenticação
  • ..-.entre outros.

Esta é sem duvida uma grande noticia para o segmento do Networking e uma grande atitude por parte da Gigante Cisco.Resta agora saber se os restantes fabricantes vão adoptar tal protocolo ou continuar a aposta no RIP e OSPF.

Anúncios