A evolução do Android

Quem é que nunca ouviu falar do Android? Aquele robosinho que anda e fala e faz coisas. Então, eu tenho um… Opa!!! Estou falando do Android errado. kkk. Mas foi essa a real reação quando oGoogle veio com a ideia de Android. Lembro que me falaram uma vez “Quero comprar um android para trabalhar em mim em casa”. (sério, eu ouvi isso).

Mas enfim, lembram do primeiro celular com Android? Aquele da HTC, ele era perfeito para quem estava começando a pensar na tecnologia que poderiamos utilizar com celulares de ótima definição, como mais memória ram e também mais processamento. Hoje saimos dessa realidade, hoje estamos utilizando smartphones que desafiam alguns computadores, que são muito mais rápidos que computadores. E o que mais podemos esperar do Android e dos smartphones? Acham que oAndroid já está no fim de sua vida e que outro sistema operacional vai substitui-lo ou ele ainda tem muito para render?

Nos dias de hoje, se olharmos para trás vamos ver um imenso aumento de tecnologia e recursos, algumas informações foram tiradas do Baboo.

Android 1.0 (Angel Cake)

Primeira versão do sistema operacional que foi lançado junto com um smartphone HTC Hero(também conhecido como T-Mobile G1). Ambos lançados em 2008 com recursos limitados.

Android 1.1 (Battenberg)

Em fevereiro de 2009 a Google lançou a atualização do seu sistema operacional baseado em Linux que fez tanto sucesso, a partir desde momento a Google começou a investir mais no Android, fazendo com que sua performance fosse melhorada e seus bugs corrigidos, a versão 1.1 permitiu os usuários salvarem documentos anexados.

Android 1.5 (Cupcake)

Nesse momento o Android começou a cair no gosto do mercado mundial, competindo com gigantes como Apple, o Google queria mostrar quem também tinha potencial, nessa versão foi disponibilizada a gravação de vídeo, suporte a widgets e animações. Além de tudo isso o Cupcakepodia realizar uploads para sites como Youtube e Picasa sem precisar utilizar um computador para isso. Essa versão foi liberada dois meses depois do 1.1.

Android 1.6 (Donut)

No Donut foi disponibilizado a melhoria de resolução para 800×480, e nesse momento abriu-se a funcionalidade para a pesquisa por voz. Essa versão foi a última criada em 2009.

Android 2.0/2.1 (Eclair)

Foi nesse momento em que se tornou possível utilizar plano de fundo animado, além de uma interface renovada o Eclair incluiu na câmera zoom digital, macro e balanço de branco, ainda se juntando com o html5 o navegador se tornou muito melhor.

Android 2.2 (Froyo)

A versão 2.2 foi uma das mais utilizadas pela Samsung, nessa versão houve melhorias significativas, em que a Google apostou em melhorar o desempenho. Em 2010 que foi lançada a versão Froyo e foi ai que se tornou possível instalar aplicativos no cartão de memória do smartphone, contou também com suporte a vídeos 720p e WiFi. Nesta versão houve uma parceria entre Google e Adobe onde o s.o. utilizava o flash 10.1.

Android 2.3 (Gingerbread)

Chegamos ao que eu tenho hoje em dia (Galaxy Y) e foi também o que eu mais mexi e gostei. Enfim, esse Android estava presente nas maiores telas, melhorou o consumo de energia (sim, oAndroid 2.3 dura mais bateria que um 2.2 por exemplo), e com a possibilidade de realizar chamadas voip pelo skype por exemplo. Nesse momento foi adicionado o recurso chamado NFC(Near Field Communications), com ele foi possível transferir dados entre dispositivos sem a necessidade de cabos, por exemplo gravar os aplicativos na sua conta Google e sempre que formatar o smartphone poder fazer o download utilizando o navegador porém o aplicativo vai direto pro celular. Última versão lançada em 2010.

Android 3.0 (Honeycomb)

Foi lançada em 2011 e totalmente voltada a tablets, por esse motivo não vemos muito essa versão em smartphones. O Honeycomb tinha uma aceleração de hardware que o tornava viável para os dispositivos. Nessa versão houve a possíbilidade de adicionar periféricos como teclado e mouse.

Android 4.0/4.1 (Ice Cream Sandwich / Jelly Bean)

Já utilizei o 4.0.1 no meu celular, inclusive aqui tem um tutorial de como estar fazendo o procedimento. São as últimas versões lançadas para smartphones e tablets, a versão 4.0 tem um suporte incrível para dispositivos com suporte completo para CPU’s multi-core. Já a versão Jelly Bean vem para melhorar o tempo de resposta do Android, tirando suas travadas e melhorando a experiência com o sistema.

Sem dúvidas esse é um dos melhores Sistemas Operacionais para smartphone, agora vai de gosto, quem gostar mais de Apple utiliza o iOS quem gosta mais do Google utiliza o Android. E claro que eu utilizo o Android por alguns motivos óbvios, o primeiro por ele ser gratuito, o segundo por ser da Google e o terceiro por ser baseado em Linux.

A imagem abaixo mostra a evolução dos smartphones para poderem suportar os Sistemas Operacionais.

Escalada_Android

Para você que utiliza Android e adora novidades e modificar seu Smartphone uma boa dica é acessar o Eu Sou Android, que traz além de novidades do mundo Android ele lhe proporciona novas roms, dicas para melhor desempenho e muito mais, não deixem de acessar!

Esse é o Android, esse é o Google, afinal, para que nos prendermos a um sistema operacional se podemos ser livres?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: