Como fazer – Dual Boot: Windows 8 vs Linux

Nos últimos tempos, são muitos os leitores que têm experimentado pelo menos uma distribuição Linux, avaliando os comentários deixados nos vários artigos e comunidade Linux . Através da tecnologia de virtualização ou liveCD, os utilizadores têm testado as várias funcionalidades e comprovado que qualquer distribuição Linux oferece uma performance fantástica.

Hoje, para acabar de uma  vez por todas o mito da instalação de dois sistemas operativos, preparamos aqui um pequeno tutorial onde ensinamos a ter o Windows 8 e o Xubuntu, em Dual Boot.

dualboot

 

Há uns tempos atrás, decidi experimentar o Windows 8 e manter também o Ubuntu na máquina. Como o Ubuntu me tem desiludido, optei por removê-lo e instalar o Xubuntu. Aproveitando o momento e a pedido de muitos leitores, decidi criar este pequeno tutorial para verem como é simples  ter dual boot de sistemas operativos na máquina.

Material necessário
  • Pen USB com 1GB
  • .iso do Xubuntu

Para este tutorial, vamos considerar que o Windows 8 já estava instalado e havia ainda espaço disponível em disco. Para instalarem o Xubuntu (ou outra distribuição Linux) no espaço disponível devem seguir os seguintes passos.

Passo 1 – Colocar Xubuntu numa PenUSB

Para isso usei o Lili USB Creator para criar uma PEN de arranque com o Xubuntu

lili

Passo 2 – Arranque pela PenUSB

Para arrancarem via PEN, deviam ir à bios definir ou usar as teclas para o efeito (No meu portátil, a tecla F2 permite-me arrancar o sistema via PenUSB).

Os dispositivos USB são cada vez mais usados no processo de instalação/teste de sistemas operativos. No entanto, algumas motherboards mais antigas não permitem o boot via dispositivos USB, obrigando o utilizador a gravar um CD/DVD com o sistema operativo em questão. Para ultrapassar este problema podem usar o PLoP Boot Manager.

P1000229

…Se tudo correr bem, a máquina arrancará com o sistema via PenUB

P1000232

Passo 3 – Inicio da Instalação

Chegamos a parte de Instalação do Xubuntu e aí devemos escolher Install Xubuntu

P1000234

Passo 5 – (Opcional) Configuração da rede wireless

P1000235

Passo 6 – Escolha da partição/Disco

E chegamos ao passo mais importante, no qual muitos utilizadores têm receio de avançar. Hoje vamos mostrar como é simples. A interface seguinte permite que o Xubuntu substitua o Windows, que seja instalado na mesma partição ou então que o utilizador decida onde quer instalar o Xubuntu.

Para ser o utilizador a escolher a partição/disco, devemos selecionar a opção Something Else

IMG_0526

..de seguida, selecionamos o espaço Livre e carregamos no símbolo +

IMG_0528

Partição SWAP

Para começar vamos criar uma partição dedicada à chamada memória virtual (Swap). Há uns bons temos atrás era comum definir-se a partição swap com o dobro do tamanho da memória RAM. Actualmente penso que não faz sentido tal regra pois as máquinas trazem normalmente uma quantidade elevada de RAM e tal procedimento levaria a criar uma partição com uma grande dimentão (ex…8GB, criar-se-ia uma partição com 16 GB). Para este exemplo, criei uma partição SWAP com aproximadamente 2GB.

IMG_0529

Partição para instalar sistema (tipo EXT4)

Vamos agora criar uma partição do tipo EXT4, onde irá ser instalado o nosso sistema de ficheiros.

Algumas características do sistema de ficheiros EXT4

  • Suporta partições de/até 1 ExaByte (uma ideia: 1024 Giga = 1 TB(TeraByte), 1024 TB = 1 PB (PetaByte)e 1024 PB = 1 EB (ExaByte))
  • Compatibilidade com ext3
  • Os ficheiros passam a poder ter um tamanho de16 TB . No ext3 o tamanho máximo por partição era de 32 TB(terabytes) e os ficheiros no máximo 2 TB
  • melhorias a nível de pré-alocação persistente
  • O numero máximo de subdirectórios passa de 32000 (no ext3) para 64000 (no ext4)

Para isso no size indicamos o espaço total que sobra, no campo Use as escolhemos Ext4 Jornaling File System, e no Mount Point indicamos /

IMG_0531

Aqui está a nossa “nova” tabela de partições. Agora selecionamos a partição EXT4 e carregamos no botão Install Now

IMG_0532

Passo 7 – Vamos agora definir o nosso fuso horário

IMG_0533

Passo 8 – …indicamos qual o layout do nosso teclado

IMG_0534

Passo 9  – Neste passo criamos o primeiro utilizador assim com a respectiva password. Definimos também qual o nome da máquina.

IMG_0535

…início do processo de copia de ficheiros (no meu caso demorou cerca de 20 minutos)

IMG_0536

Após a instalação, mandamos reiniciar a máquina e deverá aparecer o GRUB que nos permitirá escolher o sistema operativo a arrancar (sistema Dual boot)

IMG_0538

Esperamos que este tutorial vos seja útil e em caso de duvidas ou sugestões já sabem…deixem em comentário. Como puderam comprovar, o dual boot de sistemas não é complicado no entanto exige que o utilizador esteja atento para não apagar partições que não deve.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s