Google faz nova limpeza nos serviços da Google

A Google tem nos últimos tempos tratado de optimizar os seus recursos internos, concentrando-os nos desenvolvimentos dos serviços e ferramentas mais recentes que tem.

Este movimentar de recursos e de desenvolvimentos leva a que outros serviços, mais antigos, sejam descontinuados ou fundidos com outros similares.

Na continuação deste esforço a Google apresentou agora mais alguns serviços que vão ser descontinuados ou incorporados.

 

Desde que começou o que definiram como “limpezas da primavera” a Google já suspendeu ou reincorporou cerca de 60 serviços ou funcionalidades dos seus serviços. A razão apontada pela Google para este terminar de serviços prende-se com a necessidade de se focarem no desenvolvimento de serviços, para darem aos seus utilizadores a qualidade e as novidades que estes pretendem.

Devem focar-se nestes desenvolvimentos e nessas aplicações e serviços para que não se dispersem e diminuam a qualidade destes.

A lista de serviços é longa, mas desta vez não vai incidir sobre alguns que sejam de utilização diária, como aconteceu anteriormente. Alguns destes serviços são conhecidos, mas apenas incidem sobre a construção de sites e a sua alimentação de conteúdos.

  • AdSense for Feeds – Este serviço permitia incorporar publicidade nos feeds RSS dos utilizadores. Será já no dia 02 de Outubro que irá ser retirada esta funcionalidade e será terminada em 03 de Dezembro. A Google recomenda que os criadores de conteúdos continuem a usar o FeedBurner para que não tenham de alterar os endereços dos seus feeds RSS.
  • Classic Plus – Esta funcionalidade da pesquisa Google permitia que os utilizadores carregar imagens ou escolherem da lista disponibilizada para usarem como fundo do Google.com. A partir de 16 de Outubro os utilizadores deixarão de poder carregar novas imagens e este será encerrado em Novembro deste ano. Os utilizadores continuarão a ter acesso às imagens que carregaram previamente.
  • Google storage – O espaço de alojamento no Picasa e no Drive será consolidado nos próximos meses, de forma a que os utilizadores tenham 5GB  de espaço de alojamento partilhado pelos dois serviços. Se forem utilizadores com serviço pago esse espaço será o total a que têm acesso em vez de somar ao que têm.
  • Spreadsheet Gadgets – Estes foram criados para permitir aos utilizadores adicionarem funcionalidades específicas e customizadas às folhas de calculo da Google. Como a maioria dos gadgets estão já disponíveis nos gráficos para folhas de cálculo não é necessários estes manterem-se. Estes gadgets vão começar a ser retirados, lentamente, no início do próximo ano.
  • Google News Badges – A partir de 15 de Outubro a Google irá para de criar e mostrar os Google News Badges e as secções recomendadas. Será ainda possível ajustar a utilização das Google News adicionando secções específicas ou a frequência com que essas fontes são mostradas..
  • Insights for Search – Este serviço foi melhorado e lançado num melhorado Google Trends. Agora é possível ver padrões de pesquisa e comparar volumes de padrões sobre regiões específicas, categorias, janelas de tempo e propriedades num único local (google.com/trends). A Google deixou de suportar o Trends for Websites, que permitia a comparação entre tráfego e audiências de diversos sites web.
  • Places Directory – Esta aplicação para Android permitia pesquisar lugares de interesse nas suas proximidades. Esta aplicação foi removida do Google Play e o seu site será retirado do ar. A razão desta remoção deve-se ao facto de os utilizadores poderem encontrar todo o que pretendem no Google Maps for Mobile, que fornece uma muito melhor experiência de utilização.
  • +1 Reports  – Esta ferramenta, da  Webmaster Tools, foi introduzida para medir a actividade +1 nas páginas web. Com a introdução dos Social Reports no Google Analytics, onde podem ter acesso a estas métricas, esta será descontinuada em 14 de Novembro. A medição da integração das redes sociais é uma prioridade para o Google Analytics pelo que se esperam novidades e melhorias para breve.

A Google quer que os seus utilizadores tenham a melhor e mais simples experiência de utilização quando usam os seus serviços. Por essa razão pretendem focar-se nas funcionalidades que realmente interessam, tornando-as ainda melhores e mais de acordo com o que é pretendido.

Fonte: Google

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: