Damn Small 4.11 RC- Uma distribuição Linux com 50 MB

Agora com JWM e Fluxbox

Para quem ainda não conhece, o Damn Small Linux vulgarmente designada por DSL é uma distribuição linux com apenas 50MB, baseada na distribuição Debian. Como requisitos, necessita no mínimo de um 486DX (lembra-se desta arquitectura?) com 16 de RAM para correr ambiente gráfico ou apenas um 386 para correr em modo consola. Esta versão pode ser incluída facilmente numa PEN-USB de 64 MB, num CD ou, por exemplo, usar uma ferramenta de virtualização.

Depois de quase 4 anos  sem qualquer desenvolvimento, John Andrews (responsável pelo projeto) anunciou a primeira Release Candidate da versão 4.11.

dsl_00

 

Apesar de ser uma versão RC (Release Candidate), o Damn Small 4.11 RC segue a filosofia de lançamentos anteriores “Ser sempre o mais user-friendly possível com máquinas que possuam hardware antigo” . Esta versão corrige alguns bugs e alguma aplicações foram atualizadas e outras adicionadas. O JWM (Joe’s Window Manager) foi actualizado para a versão 2.1, o Dilo actualizado para a versão 3.0.2 (melhorias no suporte a CSS), foi adicionado o XChat 1.8.9 assim como o sic 1.1 IRC e o XCalc-colo.

Esta versão permite também a troca entre o JWM e o Fluxbox sem a necessidade de reiniciar o sistema.

dsl_01

Outras funcionalidades/serviços disponibilizados pelo Damn Small Linux:

 

  • XMMS (MP3, e MPEG);
  • Cliente FTP;
  • Browser Firefox;
  • Cliente de email Sylpheed;
  • Processadores de texto;
  • IM Naim (AIM, ICQ, IRC);
  • Ligação Remota (VNCviwer, Rdesktop, SSH/SCP);
  • Cliente DHCP, PPP, PPPoE (ADSL);
  • Jogos
  • Suporte USB e PCMCIA, Wireless

 

Como meter o Damn Small 4.11 RC numa PENUSB?

Passo 0- Download do Damm Small Linux e do Lili USB Creator

Passo 1– No Lili USB Creator, escolher uma PenDrive

Definir qual o dispositivo que vai “acolher” a versão do Linux

Paso-1

Passo 2 – Escolher ISO/CD ou fazer Download (indicar o .iso descarregado no passo 0)

Passo2

Após verificação de integridade do ISO e reconhecimento do Sistemas Operativo, podemos passar para o Passo 3- Persistência

lili_1

Passo 3 – Persistência

Esta opção é útil para quem pretende guardar as alterações realizadas dentro do Linux e outros ficheiros. Definindo um espaço persistente na PenUSB podemos guardar informação ao longo das nossas sessões no Damn Small 4.11 RC.

Passo3

Passo 4 – Opções

Passo4

Passo 5 – Criar PenUSB

Passo5

Agora basta indicar na BIOS que pretendem fazer boot via PenUSB e está feito. Relembramos que podem também instalar nativamente o Damm Small Linux ou então virtualizar o sistemas recorrendo ao VirtualBox ou VMWare.

Fonte: damnsmalllinux

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s