Redes – Vamos aprender a montar um servidor TFTP

Quem trabalha na área das rede sabe certamente que existe um bom número de protocolos que dão suporte aos mais diversos serviços. Uns mais elaborados e robustos, outros mais simplistas…mas todos desempenham normalmente bem o seu papel.

O protocolo/serviço que vos apresentamos hoje é o TFTP (Trivial File Transfer Protocol), um protocolo simples para transferência de ficheiros, semelhante ao popular FTP, mas muito mais simples.  Para simplificar a apresentação do TFTP, vamos aprender como instalar um servidor TFTP no Linux. “Let’s GO”!

tftp_00

Como referido, o TFTP é um protocolo de transferência de pequenos ficheiros entre máquinas, que foi criado em 1980. Atualmente, com a popularidade do VoIP, o TFTP tornou-se um protocolo bastante requisitado uma vez que permite de uma forma muitos simples aprovisionar telefones VoIP (ou seja, enviar a configuração automaticamente para os terminais VoIP). Além disso, este é também um protocolo bastante utilizador para actualização de firmware em equipamentos ou utilizado em máquinas diskless.

Este protocolo usa a porta 69, é baseado em UDP e não tem suporte nativo para mecanismos de autenticação e encriptação de dados. Suporte vários modos de transferência de dados como por exemplo o netascii (corresponde ao modo ascii do ftp), octet (corresponde ao binary do ftp).

Para instalar e configurar um servidor TFTP devem seguir os seguintes passos:

Passo 1 – Instalar um servidor TFTP

yum install tftp-server

Passo 2 – Abrir o ficheiro de configuração /etc/xinetd.d/tftp e definir a seguinte configuração:

# default: off
# description: The tftp server serves files using the trivial file transfer 
#       protocol.  The tftp protocol is often used to boot diskless 
#       workstations, download configuration files to network-aware printers, 
#       and to start the installation process for some operating systems.
service tftp
{
        socket_type             = dgram
        protocol                = udp
        wait                    = yes
        user                    = root
        server                  = /usr/sbin/in.tftpd
        server_args             = -s /tftpboot
        disable                 = yes
        per_source              = 11
        cps                     = 100 2
        flags                   = IPv4
}

Passo 3 – Após instalado e configurado, vamos arrancar o serviço usando o comando:

/sbin/service xinetd start

Passo 4 – Caso não tenha criada a pasta /tftpboot, deverão executar os seguintes comandos para criação e definição de permissões

# mkdir /tftpboot
# chmod 777 /tftpboot

E está feito. Vamos agora fazer um simples teste para ver se tudo está a funcionar. Para isso vamos criar o ficheiro pplware em /tftpboot. Depois de criado, vamos ver se conseguimos obter esse ficheiro usando o cliente tftp da própria máquina:

tftp 127.0.0.1
tftp> get pplware
tftp> quit

Caso pretenda fazer o teste a partir de uma máquina remota, só necessita de indicar o endereço IP correcto do servidor (em vez de 127.0.0.1).

Fonte: Pplware

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s