Crackear no mundo da segurança significa se utilizar de alguma técnica ou ferramenta para se descobrir algum dado criptografado ou uma senha. Atualmente é muito comum o “cracking”. Conseguiram crackear o sistema de criptografia de um celular novo, um garoto de 16 anos conseguiu quebrar a criptografia do sistema de DVD, resultando no programa DeCSS e no DivX (formato comprimido de filmes, como se fosse o mp3 da música). Sistemas simples de criptografia também são fáceis de serem quebrados. O Windows 3.11 utilizava o Trumpet Winsock para a conexão com a Internet. Após cerca de duas horas brincando com ele, descobri como sua criptografia funcionava. Os antigos joguinhos de DOS que precisavam de senhas, tal como Prince of Pérsia e Stunts são também facilmente crackeados.

E por aí vai. O maior problema relacionado à segurança é com  o descobrimento de senhas. É extremamente fácil de se descobri-las devido ao constante aumento da velocidade dos computadores e dos cada vez mais frágeis sistemas operacionais. Um simples trojan ou um sniffer podem conseguir quebrar uma senha facilmente. Existem também alguns outros recursos utilizados por crackers, como utilização de wordlists e bruteforce.

 

Anúncios