Windows 7: Configurando IP Dinâmico e Fixo, DNS, PPPoE e Dial-Up

Introdução:

Muitos usuários sabem de cor e salteado algumas ou até todas as configurações avançadas do TCP/IP do Windows, experienciados no sistema Windows na versão XP e também Vista. Mas a realidade é que, devido às diferentes experiências, principalmente por causa das diferenças de níveis de conhecimento entre usuários iniciantes até os avançados, alguns desconhecem ou simplesmente só imaginam como seja configurar coisas básicas no TCP/IP do Windows em quaisquer de suas versões.

Para não chover no molhado, este tópico é baseado fundamentalmente na nova versão do sistema operacional da Microsoft: o Windows 7.

Por partes, ilustrarei a configuração de IP Fixo e Dinâmico e posteriormente a configuração de uma conexão PPPoE.

As configurações de IP — Fixou ou Dinâmico — é orientada à solução de problemas básicos de conectividade muito comumente encontrados em conexões de rede, relacionados às vezes à ineficiência de um driver ou da placa de rede ou do próprio TCP/IP, ora devido à falha do DHCP Server da rede, seja ele o roteador ou o modem, e até mesmo a ineficiência do Servidor DNS da operadora.

As configurações à seguir aplicam-se á todas as versões do Windows 7, claro tanto versões 32-bits quanto 64-bits. Vamos à elas.

——————–

Configurando IP Fixo e Dinâmico

Clique no Iniciar (Start);
Digite cmd no campo de busca do Iniciar. clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do cmd e selecione Executar Como Administrador (Run As Administrator);


Clique para ampliar
Figura 1: Abrindo o Prompt de Comando

Agora na janela do Prompt de Comando digite ipconfig /all e pressione a tecla Enter. Pronto: agora você tem os IPs que serão configurados nas propriedades de TCP/IP da sua Conexão Local (Local área Connection);
Eventualmente é recomendável executar um comando para zerar os IPs adquiridos pelo sistema, sendo ele o ipconfig /release que irá remover os IPs antes configurados (só os IPs automáticos – dinâmicos);


Clique para ampliar
Figura 2: Descobrindo os IPs para sua conexão

Anote estes IPs ou simplesmente deixe a tela do Prompt de Comando aberta para posterior consulta;
Agora, abra o Painel de Controle (Control Painel);


Clique para ampliar
Figura 3: Abrindo o Painel de Controle do Windows

Navegue por Rede & Internet (Network and Internet) e depois por Centro de Rede e Compartilhamento (Networking and Sharing Center);


clique para ampliar
Figura 4: Acessando o Centro de Rede e Compartilhamento

Clique em Alterar Configurações do Adaptador (Change Adapter Settings) localizado à esquerda;

Agora você estará na janela onde são mostradas todas as interfaces de rede do seu sistema: wireless (sem-fio), wired (cabeada), bluetooth… aqui você deve então escolher a interface correta para a configuração de IPs que você descobriu usando o Prompt de Comando. Localizada a Interface de Rede à ser configurada, clique sobre ela com o botão direito do mouse e escolha a opção de Propriedades (Properties);


Clique para ampliar
Figura 5: Acessando as Propriedades da Conexão Local

Se o UAC do Windows 7 te pedir permissão para a ação, clique em Sim (YES);
Selecione Protocolo TCP/IP Versão 4 (Protocol TCP/IP version 4) e clique em Propriedades (Properties);


Clique para ampliar
Figura 6: Acessando as Propriedades de TCP/IP versão 4

Na tela que segue, marque a opção de Usar os seguintes endereços IP (Use the following IP Adresses) e então preencha com os endereços conhecido por você pelo Prompt de Comando;

Citação:
NOTA:
Para ter IP Dinâmico em sua conexão, ou seja, o DHCP ativo sobre seus PCs, é só continuar com a opção Obter um endereço IP automaticamente sendo que, ao selecionar esta opção ainda será possível configurar a opção Usar os seguintes endereços de servidor DNS;

Clique para ampliar
Figura 7: Configurando os IPs e DNS alternativos

Marque a caixa Validar configurações ao sair (Validate settings upon exit) e clique em OK e feche ao sair;

Alguns devem apontar a extrema semelhança com o Windows Vista, e digo sim: é extremamente semelhante ao Windows Vista senão idêntico o processo/caminho de configuração. Notem também que eu usei no exemplo os IPs de DNS 8.8.8.8 e 8.8.4.4, que são os IPs dos servidores DNS do Google. Eu os utilizo e recomendo; se quiserem testa-los em suas conexões podem fazê-lo à vontade.

O Windows irá verificar as suas configurações se você marcou a opção do Validate, e estará terminada a configuração manual de IPs no Windows 7.

A criação de uma conexão Dial-Up ou de Banda larga (PPPoE) no Windows 7 continua simples de se configurar, à exemplo do que é com o Windows Vista. Todos os passos continuaram os mesmos, sem modificações profundas ou perceptíveis. À seguir, um passo-a-passo ilustrando o caminho para configurar uma conexão de Banda Larga e também a discada que segue o mesmo padrão de configuração.

——————–

Configuração de uma conexão PPPoE e Dial-Up

Como no passo á passo da configuração do TCP/IP do Windows, acessar a opção desta configuração também esta disponível através o Painel de Controle, e em Centro de Rede e Compartilhamento. Para iniciar o Assistente para novas conexões, é só clicar em Configurar uma nova conexão ou uma rede:


Clique para ampliar
Figura 8: Acessando o Centro de Rede e Compartilhamento.

Em seguida, abrem-se as opções assistidas de configuração de rede. No nosso caso, escolhemos a primeira opção, Conectar-se á internet:


Clique para ampliar
Figura 9: Escolhendo a opção de configuração de conexão de Banda Larga e Dial-Up: Conectar-se à.

Nos é oferecida duas opções: Conexão de Banda larga (PPPoE), que será nossa opção aqui deste tutorial, destinada para aqueles que tem banda larga via ADSL como Oi Velox, Speedy ou Turbonet, e a opção de Dial-Up, opção de configuração destinada àqueles que acessam a internet por discagem telefônica, a conexão discada:


Clique para ampliar
Figura 10: Escolhendo a opção de conexão Banda Larga por ADSL: Banda larga (PPPoE).

Interessante observar que, a configuração dos próximos passos é quase idêntica para o caso de ter escolhido a opção para conexão discada Dial-Up, diferenciando-se da primeira apenas pela opção de inserir o número telefônico para a discagem:

A parte essencial da configuração é a inserção dos dados de sua conexão, como o nome de usuário, a senha e no caso da conexão Dial-Up o número de discagem. Ainda aqui, ainda é possível pré definir opções importantes para a conexão como por exemplo a opção de Lembrar esta senha e Permitir que outras pessoas usem esta conexão, no caso de a conexão ser utilizada em um micro de acesso compartilhado com outros perfis de usuários criados no Windows:


Clique para ampliar
Figura 11: Digitando as informações do provedor de acesso (ISP).

Terminada a inserção dos dados do seu Provedor de acesso e escolhida as opções desejadas, já podemos fazer a primeira conexão. Na primeira conexão, o Windows irá fazer um teste rápido de conectividade localizando por exemplo o modem e fazendo a primeira autenticação. É comum este primeiro teste não ser bem sucedido, o que não nos impedirá de terminar e concluir a conexão recém criada. Se ocorrer de aparecer a mensagem de erro dizendo que o teste não foi bem sucedido, é só escolher a opção Terminar a conexão assim mesmo:


Clique para ampliar
Figura 12: Conectando à internet de Banda larga (PPPoE).

Uma vez pronta a conexão, o Windows ainda pedirá para escolher que tipo de conexão é a sua, então como quase sempre é utilizada uma conexão de acesso à internet doméstico, podemos escolher Rede doméstica e terminar a criação da conexão de Banda larga:


Clique para ampliar
Figura 13: Conexão de Banda larga pronta para uso.

Assim, nossa conexão estará pronta para uso. Lembrando que por padrão o Windows não cria um atalho da conexão na Área de Trabalho (Desktop), o que pode dificultar o acesso em novas conexões. Podemos neste caso, criar o atalho da conexão para a Área de Trabalho, acessando o passo-a-passo à partir da Figura 4, clicando com o botão direito do mouse na conexão de Banda larga e escolher a opção Criar Atalho:


Clique para ampliar
Figura 14: Escolhendo a opção para a criação de um atalho da conexão para a Área de Trabalho.

Ao clicar sobre a opção de Criar Atalho, o Windows emite uma mensagem de que não poderá criar uma atalho para a conexão na pasta de Conexões de Rede, e perguntará se deseja que o atalho seja colocado na Área de Trabalho; é só escolher Sim e pronto, o atalho para conectar estará na Desktop acessível para conectar ou desconectar quando desejar:


Clique para ampliar
Figura 15: Enviando o atalho para a Área de Trabalho (Desktop).

Em caso de insistentes e seguidas mensagens de erro ao tentar conectar a internet através da sua conexão, seja de Banda larga ou Dial-UP, entre em contato com o provedor de acesso (ISP) ou da operadora de banda larga, para o suporte técnico sobre o sinal de internet.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 51 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: